2 de abril: Dia Mundial de Conscientização do Autismo

0
221

A Associação Atlética Portuguesa realiza há cerca de três anos um projeto de natação exclusivo para crianças com o espectro autista e outras necessidades especiais, cujas atividades são gratuitas, às terças e quintas, no Parque Aquático Rosano Orsini. O projeto faz parte dos valores e ideais do clube para proporcionar aos associados e à comunidade um ambiente familiar, saudável e acolhedor que fortaleça a saúde, a alegria de viver e o desenvolvimento pessoal.

O projeto contempla 40 crianças com autismo que buscam desenvolver uma melhor capacidade motora e cognitiva. A coordenação das aulas de natação está sob o comando da fisioterapeuta Roberta Moreira que conta com um grupo de profissionais de Educação Física (Mauricio, Camila, Marcia, Jô e Lucas) especializados em crianças com necessidades especiais e desenvolvimento da motricidade humana.

— Já são três anos de projeto e a oportunidade de estar inserida no mundo dos anjos azuis é poder garantir que essas crianças se sintam abraçadas e podem evoluir de acordo com seu tempo. A equipe de profissionais é boa e focada , fatos que ajudam no acolhimento delas e na relação de confiança gerada com os responsáveis. Estamos prontos para continuar esse trabalho e agradeço a confiança da diretoria da Lusa – explica Roberta.

As aulas acontecem às terças e quintas, nos períodos da manhã e tarde. Os alunos que participam do projeto são separados em turmas de dez, de modo a garantir a segurança e o trabalho específico com cada um. O presidente da Portuguesa, Marcelo Barros, disse que a Lusa é um clube que faz a diferença na região e está de portas abertas para colaborar e participar de ações sociais que impactam positivamente a comunidade local.

— Temos orgulho em participar de uma causa nobre como essa, além de exercer papel fundamental na vida doinsulano. A Portuguesa fica mais forte e o associado sente-se solidário com as emoções desse projeto – conta.

Para colocar uma criança no projeto o responsável deve procurar a coordenadora Roberta, às terças e quintas, das 10h30 às 11h30 ou das 15h às 16h, horários em que ocorrem as aulas. Há uma fila de espera para inclusão nas turmas.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here