CAMPEONATO CARIOCA: Portuguesa-RJ quer continuar fazendo história nesta década

0
500
Jogadores momentos antes da entrega do troféu da Copa Rubro-Verde. (Foto: André Oliveira /AAP)

Com a melhor campanha da história conquistada no Campeonato Carioca de 2018, a Portuguesa-RJ chega para o estadual deste ano motivada a querer buscar voos mais altos e quem sabe beliscar um das vagas nas semifinais do campeonato que deixou escapar na última rodada do ano passado. Para isso, a diretoria lusitana manteve a maioria das peças de destaque e investiu pesado em novos jogadores. A equipe quer continuar sendo a “pedra no sapato” dos clubes de maior investimento do Rio de Janeiro, já que em 2018 só perdeu para o Flamengo.

Ao todo foram 15 novas contratações. Destaques para o goleiro Ruan Sousa, um dos grandes nomes futebol nordestino que vai para sua primeira temporada no sudeste, o meio-campo, Rodrigo Andrade, vice-campeão paulista pelo Audax-SP em 2015 e que acumula passagens pela Chapecoense e Botafogo, além dos atacantes Everton Sena, destaque do Bangu no último carioca e o atacante Nilson, ex-Santos e América-MG.

Destaques de alguns anos da Lusa, como o zagueiro Marcão, que volta de empréstimo do Avaí, o meio-campo Maicon Assis, que volta do Brasil de Pelotas-RS, além do meia-atacante, Romarinho e do lateral-esquerdo, Diego Maia, são peças mantidas.

A equipe comandada pelo técnico João Carlos Ângelo, que vai para sua terceira passagem à frente do time lusitano, sagrou-se bicampeã da Copa Rubro-Verde, torneio de pré-temporada que reúne as “Portuguesas” espalhadas pelo Brasil, em uma campanha invicta com quatro vitórias em quatro jogos. Os jogos aconteceram no Estádio Luso-Brasileiro, onde a equipe fez sua pré-temporada visando o Campeonato Carioca.

Agora a missão se inicia na Taça Guanabara. O time que começou a treinar na segunda quinzena de outubro está entrosado e chega ao primor da forma física. De acordo com o preparador físico, Raphael Rocha, esse tempo de pré-temporada foi fundamental para criar uma base sólida de evolução dos atletas e para eles chegarem ao nível ideal programado pela comissão.

– Juntamente com o fisiologista Café, traçamos um nível de condicionamento para os jogadores e eles responderam a altura. Os jogos-treinos e a Copa Rubro-Verde ajudaram bastante na parte do cardiorrespiratório e nas adaptações musculares. Neste primeiro jogo tomamos cuidado com a questão da hidratação para não sentirem o forte calor de Bangu. Acredito que entregamos os jogadores bem para desenvolver a melhor performance – explica o preparador Raphael Rocha, que está há sete anos a frente da preparação física do time principal da Lusa.

O técnico João Carlos ressalta a boa pré-temporada, mas frisa a importância do elenco viver o campeonato jogo a jogo.  “A equipe treinou forte desde e conseguimos ao longo desses três meses de treinamento passar aos jogadores o que a comissão técnica entende como forma de jogo ideal. Estamos preparados, mas costumo passar aos jogadores para que pensem jogo a jogo e lá para frente vamos analisar a melhor situação que se encaixa a Portuguesa-RJ”.

Chegou a hora. É neste domingo (20), às 16h30, em Moça Bonita e a Lusa enfrenta o Americano. Boa sorte aos nossos atletas!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here