Com dois gols de Sassá, Lusa empata com o Botafogo fora de casa

0
1461

Com dois gols do atacante Sassá, a Portuguesa Rio empatou com o Botafogo na estreia do Campeonato Carioca. O jogo, que terminou em 2 a 2, foi realizado na noite de terça-feira (16), no estádio Nilton Santos. A partida foi válida pela primeira rodada da Taça Guanabara.

1º TEMPO
A Lusa começou os 45 minutos iniciais do carioca com muita disposição, agilidade e eficiência na hora de concluir a gol. Se mostrando em boa parte do primeiro tempo um time mais entrosado que o Botafogo, logo aos nove minutos abriu o marcador em um escanteio cobrado pela esquerda de ataque. O meio campista Maicon Assis cruzou na cabeça do atacante Alexandro, que desviou no primeiro pau para o artilheiro da noite, Sassá, guardar no fundo das redes.

A Lusa não se acomodou com o primeiro gol e aproveitando de um Botafogo desentrosado e que dava espaços, chegava com velocidade no gol do goleiro Jefferson. Cássio de fora da área teve a oportunidade de ampliar o marcador, mas a bola raspou a trave esquerda. Uma das únicas chegadas do Botafogo ao ataque, Pimpão cruzou na cabeça de Brenner, mas Milton Raphael, goleiro Lusitano, evitou o gol em uma defesa a queima roupa.

Cadenciando o jogo no momento certo e nas roubadas de bola imprimindo velocidade, a Lusa conseguiu o segundo gol de vantagem. Em jogada pela esquerda do lateral Diego Maia, a zaga do Botafogo afastou o cruzamento que parou nos pés de Sassá. O atacante ajeitou para a perna direita e acertou uma bomba para o gol, que com uma enorme ajuda de Jefferson, saiu para comemorar.

2º TEMPO
Enganou-se quem esperou uma Lusa segurando o resultado no início do segundo tempo. Pelo contrário. A Lusa chegou duas vezes em velocidade com Maicon Assis e em chute de longa distância com meio campista Romarinho, que obrigou defesa do arqueiro do Botafogo. Mas o que parecia controlado, se desfez aos nove minutos, quando involuntariamente, Romarinho, colocou a mão na bola. O juiz da partida viu pênalti, que Brenner converteu.

Com o gol, o Botafogo ascendeu e foi para cima da Lusa. Luiz Fernando em nova cabeçada obrigou Milton Raphael a se esticar todo e salvar a meta Lusitana. Entretanto, após a parada técnica do segundo tempo, e as mexidas do técnico João Carlos Ângelo (a entrada de Abuda, Rayllan e Philip), a Portuguesa tinha o jogo controlado e via o botafogo chegar apenas em bola parada ou lances esporádicos.

Quando tudo se encaminhava para a vitória Lusitana, veio o empate. No último lance da partida, João Paulo, cobrou escanteio pela esquerda, Brenner raspou e Marcos Vinícius no bate e rebate jogou para dentro do gol.

PRÓXIMO DESAFIO
Com um ponto no Grupo C, o clube da Ilha do Governador volta a campo no próximo sábado (20), às 16h, para receber o Madureira no Estádio Luso Brasileiro.

Em breve informações sobre os ingressos da partida. 

Galeria de Fotos:

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here