Lusa vence Nova Iguaçu e sonha com vaga na semi da Taça Rio

0
527
O time tem chances de classificação a duas rodadas do fim da Taça Rio / Foto Marcos Faria

Com um belo gol de falta, marcado pelo atacante Romarinho, aos 43 minutos do segundo tempo, deu à Portuguesa-RJ uma valiosa vitória sobre a equipe do Nova Iguaçu. Jogando pela quarta rodada da Taça Rio, a Lusa derrotou os iguaçuanos por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira (07), no Estádio Giulite Coutinho. Com o esse resultado, o time insulano continua invicto e garante seu lugar no G-2 do Grupo C por mais uma rodada.

Um dos objetivos calculados no início do ano está praticamente cumprido. A Portuguesa necessita de um empate para se garantir matematicamente no Brasileiro da Série D de 2019. Resta agora garantir uma vaga na Copa do Brasil e, quem sabe, a tão sonhada vaga na semifinal do Campeonato Carioca.

O JOGO

Com objetivos diferentes na competição, Portuguesa e Nova Iguaçu fizeram um primeiro tempo movimentado, no Giulite Coutinho. A equipe da baixada começou melhor na partida e antes dos seis minutos já tinha obrigado o goleiro Milton Raphael a fazer pelo menos duas defesas cruciais. O ímpeto do Nova Iguaçu continuou e aos 15 minutos, Vinícius Paquetá abriu o placar para o adversário.

Após a parada técnica, a Lusa equilibrou o jogo e começou a ser mais incisiva no ataque. O meio-campo, Maicon Assis, assumiu a responsabilidade na armação e conseguiu criar algumas jogadas de perigo. A Portuguesa também levou perigo na bola aérea aos 25 minutos. Aos 38, já melhor na partida, a equipe da Ilha do Governador enfim chegou ao gol de empate. Em jogada pela direita, o atacante Philip cruzou na cabeça de Alexandro, a bola bateu na mão do zagueiro Raphael e o pênalti foi assinalado. Com tranquilidade, o atacante Alexandro marcou o gol da Lusa.

No último minuto da primeira etapa, a Lusa quase chegou a mudar o placar do jogo em lateral batido rapidamente pelo lateral Diego Maia. O meio campo Maicon Assis cruzou para área, e a bola passou rente ao pé de Philip.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa continuou bem movimentada, porém foram escassas as chances de gol para ambos os times. Os jogadores, sabendo da importância da partida, brigavam por cada dividida, o que deixava o jogo animado. De chances reais, se destacam o chute do volante Jonnathan de fora da área e o cruzamento do lateral Adriano, que por pouco não engana o goleiro Jefferson e vira gol da Lusa.

A emoção ficou para o fim com uma falta aos 43 minutos. Após uma falta de Dieguinho, o meio campo Romarinho cobrou falta da esquerda da área e lançou uma bola alta na área do Nova Iguaçu. Ela cruzou toda a área e encobriu o goleiro Jefferson. Um golaço. A partir daí foi só esperar o apito final para a Portuguesa comemorar mais um resultado positivo no Estadual. O time tem chances de classificação, a duas rodadas do fim da Taça Rio.

O próximo adversário da Portuguesa será a Cabofriense. A partida, válida pela quinta rodada da Taça Rio, será neste domingo (11), às 15h45, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita.

Fotos: Marcos Faria / Portuguesa-RJ

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here