Copa Rio: Lusa aposta em misto de experiência com garotos da base

0
749
Andrezinho, André e Marcão: mescla de atletas jovens promissores com jogadores mais experientes

É quase unânime no mundo do futebol que para formar um bom grupo é sempre importante misturar jogadores experientes com jovens promessas da base. Pensando nisso, a Portuguesa vai apostar nesta mescla na Copa Rio, a partir desta quarta-feira (08), dia da estreia da Lusa na competição. Além dos jogadores jovens promissores, vão atuar atletas que possuem muito tempo de casa e identificação com a Lusa.

Para ajudar nesta metodologia, a Portuguesa foi ao mercado e repatriou o zagueiro Andrezinho, titular da Série B do Carioca de 2012 e também o atacante Vinicius Paquetá. Na zaga conta com a manutenção de Emerson, Marcão e Barboza, enquanto continua com o volante Muniz, que jogou todas as partidas da Lusa no campeonato estadual.

Depois da grande campanha ano passado, que garantiu o vice-campeonato invicto do Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG), boa parte das peças estão na Lusa para defender a equipe profissional neste segundo semestre. Destacam-se o meia Patrick e o atacante André, além dos laterais Jacozinho, Glaucio e Gleison.

CONFIANÇA

O vice-presidente de futebol, Marcelo Barros, está confiante no bom desempenho da naa Copa Rio. Os investimentos diminuíram em relação ao Campeonato Carioca, mas a base, segundo ele, pode dar conta do recado.

– Nós optamos por dar essa oportunidade aos jovens, porque acreditamos no potencial deles e eles devem ser tratados como patrimônio do clube. A equipe foi a primeira a ser montada e treina desde a segunda semana de maio. Com a ajuda de jogadores mais experientes, tenho a confiança que podemos ir longe -, acredita Marcelo Barros.

Na Portuguesa desde 2017, o zagueiro Marcão, que tem contrato até dezembro de 2019, será um dos pilares da equipe. Ele conta que a integração com a garotada que subiu tem sido legal e os mais experientes buscam passar conhecimento para não sentirem o peso da migração para o profissional.

– São jovens que fizeram por merecer a oportunidade de estar no grupo profissional. Essa mescla de jovens com jogadores mais experientes como eu, Muniz, Andrezinho, é boa para o grupo como um todo, pois dá um volume de intensidade alto nos treinamentos. O futebol nacional pede essa intensidade. Essa aposta tem tudo para dar certo -, salientou Marcão.

Já o atacante André, que subiu para equipe profissional no início deste ano, é uma das grandes apostas da Lusa. Agora, ele terá a oportunidade de mostrar todo seu potencial.

– Expectativa é muito grande. Tenho treino forte e escutado atentamente os colegas com mais experiência e principalmente o treinador Rogério. Estou a disposição e ansioso para poder defender a camisa da Portuguesa, clube que aprendi a admirar.

A espera então vai acabar. Portuguesa e America medem forças nesta quarta-feira (8), no jogo de ida das oitavas de final, no Giulite Coutinho. A partida começa às 15h.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here