Lusa carioca vence e vai à final da Copa Rubro-Verde

0
3099

Em competição disputada ao lado das coirmãs, a Portuguesa Rio garantiu seu lugar na final da Copa Rubro-Verde, em São Paulo. Na noite desta quinta-feira (4), a Lusa empatou em 2 a 2 com a Portuguesa Santista (SP) e, nos pênaltis, venceu por 5 a 4, garantindo a qualificação à decisão, marcada para domingo (7). O jogo, que contou com homenagens entre os mandatários dos dois clubes, aconteceu no Estádio Canindé, na capital paulista.

Antes da bola rolar para o início da Copa Rubro-verde, os presidentes das duas equipes subiram ao gramado e em um gesto de generosidade trocaram as camisas dos clubes. O presidente da Portuguesa Santista, Emerson Coelho, ganhou um modelo do uniforme 3 da Lusa do Rio, que foi inspirado, no centenário da Briosa. Já o presidente da Carioca, João Rêgo, foi homenageado com a camisa comemorativa do centenário do clube santista.

O JOGO

Para quem imaginava um jogo tranquilo em ritmo de pré temporada enganou-se. Os dois times entraram fortes e com disposição para vender a partida. Tanto é que aos 8 minutos, em jogada individual pela esquerda, Rodriguinho, da Briosa, penetrou na área e soltou uma bomba com a perna direita no canto esquerdo do goleiro carioca, Jéferson Romário. Briosa 1×0 no placar.

Após início avassalador da Briosa, aos poucos, o time do técnico João Carlos, foi se ajeitando e criando oportunidades para empatar o marcador. Maicon Assis, aos 22, em chute de fora da área quase conseguiu o gol, mas foi aos 43, em jogada pela esquerda de Diego Maia, que o Juiz assinalou pênalti para a Lusa Carioca. Alexandro com categoria bateu no canto esquerdo do goleiro da briosa. Empate entre as Lusas.

A Lusa Carioca voltou bem melhor para etapa final da partida. Muitas chances foram criadas ainda nos 10 minutos iniciais, ensaiando uma pressão na Briosa. Aos 14 minutos, veio o desempate. Falta pela direita e Romarinho jogou na cabeça de Luan. A bola ia saindo, mas Marcão de carrinho marcou o gol e foi para o abraço. Na comemoração, o jogador homenageou sua esposa Diana Garcia e seu filho que está próximo de nascer.

Alterações foram feitas nas duas equipes e jogadores foram observados pelos técnicos. Quando parecia que a Lusa Carioca controlaria o jogo até o fim, sem maiores sustos, a Briosa surpreendeu e empatou a partida novamente em jogada individual de Rodriguinho. Empate e vaga a ser decidida nos pênaltis.

PÊNALTIS

A Lusa foi eficiente e não deu sopa para o azar. Converteu as 5 cobranças garantindo vaga para a próxima fase. Maicon Assis, Jhonnathan, Cássio, Sassá e Fabinho converteram para a Lusa Carioca e Rômulo, Rodriguinho e Wendel fizeram para a Briosa, mas como Thiagou Moura desperdiçou a sua cobrança, a vitória ficou com o time do Rio.

A FINAL

Com a vitória da Lusa Carioca e no jogo seguinte o triunfo da anfitriã, Lusa-SP, a final da Copa Rubro-verde está decidida. Às 18h30, no estádio do Canindé, Cariocas e Paulistas disputarão o título simbólico de campeão da Copa entre as Portuguesas.

Clique aqui e saiba mais sobre a Copa Rubro Verde

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here